Wednesday, April 2, 2008

Indecisões...

Ando num dilema dos grandes...

Tem a ver com trabalho. Abriu um processo de recrutamento interno para uma área completamente diferente da minha área actual, tendo inclusivamente pouco a ver com a minha formação de base: Economia...se quiserem que generalize...área financeira!

A posição é para uma área mais comercial. Tem claramente as suas vantagens, começando pelo facto de não estarmos sempre fechados num escritório 8 ou mais horas por dia, sempre a ver as mesmas caras todos os dias, e sobretudo de podermos ser nós a fazer o nosso horário...a vertente financeira também é mais atractiva (apesar de não ser isso a única coisa que me move...). Agora, o conhecimento transversal das diversas áreas de negócio da empresa é uma das coisas que mais me chama a atenção. Nunca se sabe o que acontece amanhã, mas para conseguirmos chegar mais além numa empresa, devemos conhecer minimamente as necessidades, problemas e procedimentos dos mais variados departamentos.

Esta movimentação transversal é aquilo que mais me motiva a experimentar esta área...

Mas há mais...Durante o período de reflexão sobre se deveria de concorrer, ou não, quase todos os colegas me incentivaram a concorrer, porque tinha o perfil ideal, achavam que era afável, tinha presença, apresentação, era fortemente orientado para o cliente, etc...

Em suma, era o candidato ideal para o posto. Fiquei obviamente muito surpreendido com todos estes incentivos e é claro que uma pessoa fica com o ego nos píncaros, porque não são todos os dias que se ouvem coisas destas, inclusivamente de alguns directores da empresa.


No entanto, depois de ter uma conversa muito séria com o meu chefe optei por não apresentar candidatura. Achei que mais um ou dois anos de experiência no meu actual posto de trabalho me poderiam ser muito úteis num futuro próximo, e mesmo numa outra oportunidade idêntica a esta...


Considerei este processo encerrado...pelo menos até ao início desta semana, até encontrar a pessoa que dará a última palavra na escolha da candidato à entrada das torres onde trabalho. Ali ficámos na conversa sobre este assunto, ele insistindo que eu fiz mal em não me candidatar, até que ele acabou com esta: "tu interpretarás isto como bem entenderes, mas só te posso dizer isto: a minha experiência tem-me ensinado que há convites que não se devem recusar, sob pena de não se voltarem a repetir...(...) tens que ser rápido a decidir"


Deixou-me completamente "nas cordas" e voltou a "reabrir" este processo...

Resumindo e concluindo...tenho mais um dia para decidir e estou naquela fase detestável em que se não apresento candidatura vou ficar a pensar que passei ao lado de uma excelente oportunidade. Por outro lado, é um risco e uma viragem de 180 graus na minha vida profissional.


Se bem que esta última frase dele deixou os pratos da balança bem mais inclinados para um lado...

(Arrisco? Não Arrisco? ... Arrisco? Não Arrisco?...Arrisco? Não Arrisco?...)

Porra para isto...!!! Tenho que decidir amanhã...


Acho que vai ser uma noite longa, e com poucas horas de sono...!



Haverá novidades nos próximos dias...certamente!

:S



(Arrisco? Não arrisco?...Arrisco? Não Arrisco?...)

Pfffffff!

10 comments:

Sadeek said...

Horas...eu como sou um gajo que pouco gosta de arriscar e de saltar no escuro não sou a melhor pessoa para te ajudar nesta questão.

O que te digo é...se te sentes capaz, força! Se não perdes regalias, força! Se é para melhor, força!

Um abraço

mafalda said...

quem não arrisca...

Cristina said...

Não posso dizer mais do que aquilo que já te disse. Beijo e tem calma. Uma cabeça tranquila pensa muito melhor.

mtheman said...

"...tinha presença, apresentação..." tavam a gozar com a tua cara tá visto ehehehehehe

wednesday said...

Então em que ficaste? Imagino a indecisão, mas eu também acho que oportunidades dessas não se devem perder!

Inês said...

Arrisca sim! Se não fosse uma boa oportunidade não estarias tão indeciso... Para quê esperares mais 1 ou 2 anos se já sabes que não queres ficar onde estás agora? Há oportunidades que só chegam uma vez na vida!

Um Momento said...

Depois de te ler...fui ver a data do post...
Ou seja... a minha opinião já ñ pesará em nada , pois tinhas que "decidir" dia 3...
Contudo , estava eu a ler-te e...estava precisamente a pensar no que te disse o teu amigo, quando o leio...
Acredita que se te candidatas-te foi realmente o melhor que fizes-te , pois há momentos na nossa vida que jamais se repetiraõ em termos de novas oportunidades...
Com isto ...deixo um beijo com o desejo de um excelente fim de semana:)

(*)

Miguel F. Carvalho said...

"...quase todos os colegas me incentivaram a concorrer, porque tinha o perfil ideal, achavam que era afável, tinha presença, apresentação..." - eles também estão fartos de ver sempre a tua cara!!! lol lol lol

daquilo que te conheço tu és um gajo de desafios...

não vás é por conselhos femininos do estilo "segue o teu coração", que isso não é nada!!! lol

felicidades!!

Ele há horas assim... said...

Sadeek: Foi exactamente isso que eu fiz. E de facto há coisas pelas quais vale a pena arriscar...
Abraço

Mafalda: é um cliché, mas não deixa de ser uma grande verdade...
;) Beijos

Cristina: Tranquilidade é coisa que esta cabeça não tem tido nos últimos dias

mtheman: Nem todos podem ter o teu nível...lol :P

Wednesday: Apresentei, de facto, a minah disponibilidade em fazer parte daquela equipa. Não será com efeitos imediatos, mas pelo que me foi dito, é uma questão de tempo até mudar para essas funções...
Beijinho
;)

Inês: Tens toda a razão. E às vezes pensamos tanto e tentamos ser tão racionais que deixamos essas oportnidades passar ao lado...
Eu sou um pouco assim. Especialmente em questões de trabalho...
Beijinho

Momento, Obrigado. Um belo fds para ti também. Beijinho :)

Miki...sempre em grande estilo...lol
Para que conste, a maior parte das pessoas que me deram esses incentivos são pessoas que não passam o dia no escritório, ok?
E isso de ser um gajo de desafios, acho que já fui mais do que sou actualmente. Com a idade (lol), dou mais importância a uma certa estabilidade.
Por acaso tive alguns conselhos femininos, mas nada desse tipo que falas. Por acaso, quase todos os conselhos femininos foram bons (inclusivamente estes da blogosfera)...

Abraço

Catarina em Lx said...

Então e as novidades??? Já não chego a tempo de tecer qq tipo de consideração sobre o assunto, mas o desfecho está-me a deixar com bicho carpinteiro...